‘Inteligência artificial vai criar mais empregos’, diz especialista

Uma das questões mais debatidas atualmente é como as novas tecnologias, incluindo a robótica e a inteligência artificial, poderão impactar no mercado de trabalho e nas relações profissionais.

Especialista conta que o trabalho da máquina não irá substituir o homem — Foto: Lukas/Unplash

Autor do best-seller A Guerra das Inteligências, o francês Laurent Alexandre explica que esse não é um fenômeno novo. E mostra porque a sociedade não precisa temer a evolução tecnológica.

“Eu não acredito na morte do trabalho. Você sabe que os imperadores romanos tinham medo que as máquinas destruíssem o trabalho em Roma há dois mil anos. É um medo que sempre tivemos porque as pessoas veem a destruição dos postos de trabalho, mas não veem as profissões do futuro”.

“Ninguém na época do Napoleão poderia imaginar que haveria os aviões e microprocessadores. Eu não sou otimista, eu sou realista. A tecnologia vai criar oportunidades extraordinárias para as gerações que virão.”

A principal diferença agora está na natureza das mudanças. Segundo o coordenador do mestrado em ciências digitais da SciencePo, em Paris, Benoît Thieulin, até hoje sempre que havia transformações profundas elas atingiam a parte baixa da pirâmide, onde estão os trabalhadores menos qualificados, enquanto a onda da digitalização e da robótica afetará o alto escalão.

“Então haverá um reposicionamento, sobretudo nos trabalhos qualificados, daquilo que poderá ser feito pelas máquinas, e a parte humana, de responsabilidade, que continuará sendo feita por pessoas.”

“A primeira onda de robotização dos anos 1970 e 1980 atingiu inicialmente os operários. E esse movimento continua, especialmente no mundo industrial, pois ainda não temos empregados domésticos robôs, mesmo que isso venha a acontecer no futuro, muito provavelmente. Mas a nova onda, atualmente, que é essa da inteligência artificial, atinge os chamados empregos de colarinho branco. As enfermeiras estão menos ameaçadas, por exemplo, do que os médicos. São as profissões de análise que podem ser automatizadas. Entre um radiologista e um computador, que terá acesso a milhares de imagens para poder comparar um osso a milhares de outros, é evidente que a análise digital será incomparável com aquilo que o radiologista poderá fazer unicamente com os olhos e o cérebro”.

Fonte: RFI/BR

Anúncios

As Proposta dos candidatos à presidência para ciência e tecnologia

O site Olhar Digital vasculhou os planos de governo dos cinco candidatos mais bem colocados nas recentes pesquisas de intenção de voto – Jair Bolsonaro (PSL), Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB).

Veja os detalhes no link de Olhar Digital

China deve liderar pesquisas globais em IA, diz ex-diretor da Google

Imagem relacionada

Embora os EUA historicamente tenham liderado pesquisas relacionadas à inteligência artificial, esse cenário pode apresentar no momento um ponto de inflexão. De acordo com o ex-diretor da extinta Google China, o investidor em capital de risco Kai-Fu Lee, a China tem apresentado cada vez mais protagonismo em pesquisas de IA, devendo mesmo ultrapassar o concorrente ocidental em breve.

“As pessoas assumem que os EUA dominam a inteligência artificial unicamente porque são fortes nessa linha de pesquisas”, disse Lee, que é também fundador do fundo binacional (EUA e China) de investimentos em capital de risco Sinovation. “Na verdade, a China tem ganhado terreno rapidamente”, acrescentou ele em evento conduzido pelo site TechCrunch.

Segundo o investidor, a China representa atualmente o maior mercado para a inteligência artificial, mantendo também a maior base de dados para análise e desenvolvimento de novas soluções – desde projetos voltados para negócios mais tradicionais até apostas em visão computacional, reconhecimento de fala e drones. “A maior parte das companhias de maior relevância atual nessas linhas são chinesas.”

Fonte/Matéria completa em: https://canaltech.com.br/robotica/china-deve-liderar-pesquisas-globais-em-ia-diz-ex-diretor-da-google-122044/

Excel na prática. Aprenda em um curso presencial

Olá meus caros. Que tal aprender a usar o Excel na prática? Está interessado? É só você se inscrever no curso de Excel básico que irei ministrar.

Quando: de 04 a 30 de setembro.

Dias: terças e sextas

HORÁRIO: das 9h as 12h

Local: Shopping Tambiá em João Pessoa/PB

Informações e inscrições: http://www.instagram.com/mestreinamentos OU coment3 aqui abaixo que eu entro em contato com você.

Universitário: Volte às aulas com tudo!

Resultado de imagem para dicas volta as aulas universitário

Para quem está começando uma faculdade ou para quem estava de recesso e está voltando, existem semelhanças. Por exemplo no fato de ambos estarem parados, terem até mesmo “esquecido” de como estudar. Voltar a produzir depois de um tempo parado não é fácil. Um atleta voltar a ativa depois de um tempo acomodado gera dificuldades de desempenho. Quer voltar com tudo? Aí vão 5 dicas importantes:

1 – Matéria dada é matéria estudada

Cara, eu sei que pode ser bem difícil ter pique para reler e revisar o que você acabou de aprender, mas é um fato: se você tiver disciplina e estudar (nem que seja um pouco!) do que já foi visto em sala de aula, você vai absorver e guardar o conteúdo com bem mais facilidade! Isso vai te ajudar também a não ter que fazer maratonas mágicas (regadas a café!) na noite antes da prova. Estudos científicos comprovam: a melhor maneira de fixar o conteúdo é fazer mini revisões rápidas nos dias seguintes ao primeiro contato com a matéria nova!

2 – Leia livros diferentes

Um dos maiores problemas que acontecem com todo universitário ao entrar para a faculdade é que eles leem apenas os livros relacionados ao seu curso e nada mais. Porém, ler conteúdos diferentes, tipo romances e ficção científica, pode te ajudar e muito a aliviar a pressão dos estudos, além de contribuir para você expandir o seu vocabulário e a sua compreensão textual.

Outra dica é ler mais livros sobre desenvolvimento pessoal. Sempre que eu posso eu vou a alguma loja da Saraiva e procuro ver quais são os lançamentos (ou os livros mais vendidos!) sobre gerenciamento de tempo, educação financeira, produtividade, liderança e outros temas importantes para desenvolver habilidades que são essenciais para a nossa vida pessoal e profissional.

3 – Aprenda (de uma vez!) a se organizar

Organização não acontece com um passo de mágica, é um processo. Mas acredite em mim: uma hora na vida você vai ter que aprender a se organizar melhor (seja por bem, ou mal!). Então, quanto mais cedo você conseguir criar hábitos de organização, melhor!

Eu recomendo muito que você use uma agenda ou algum app para anotar suas tarefas.Guarde seu cérebro (e a sua disposição) para executar as suas tarefas, e não para guardá-las.

4 – Use a técnica Pomodoro

Quem já conhece o projeto Universitário Ativo há um tempo já deve ter ouvido essa dica várias vezes! Pessoalmente eu considero essa técnica uma das mais eficientes para você ser mais produtivo.

Na prática, a técnica Pomodoro consiste em dividir as tarefas (ou estudos!) em blocos de 25 minutos e descansar por 5 minutos. Você tem que fazer um combinado com você mesmo: durante esses 25 minutos você vai focar APENAS no que está fazendo. Esqueça o Facebook, o celular, seus amigos, tudo! Foque apenas na tarefa a ser feita. Quando acabar os 25 minutos, relaxe por 5 minutos, e faça qualquer coisa MENOS A TAREFA. Você vai ver que essa técnica vai tornar a atividade de estudar bem mais produtiva =)

5 – Economize uma grana esse semestre

A vida universitária não é fácil e provavelmente você ficará apertado todo fim de mês se não souber se planejar. Atualmente nós temos várias maneiras de ter acesso ao material de estudo, como na forma de xerox e PDFs. Porém, pelo menos para mim, nada substitui o bom e velho livro! Começar a criar uma biblioteca pessoal com os principais livros da sua área é uma boa ideia e com certeza vai te ajudar muito na sua vida profissional. Porém, se você não souber comprar bem, esse investimento pode sair caro!

Fonte: Universitário Ativo

Dicas de Séries – Black Mirror

Olá Pessoal. Há um tempo comecei uma série de postagens com dica de séries online para se assistir. Meu objetivo era de dar dicas de seriados que tenho acompanhado e que tem a ver com tecnologia e suas aplicações práticas no cotidiano. Comecei falando de Mr. Robot (clique aqui e leia a primeira resenha).

Hoje quero indicar a série BLACK MIRROR, da Netflix. Uma série que fala sobre nosso presente tecnológico e de como será ou poderá ser nossa sociedade há alguns anos. Confira a resenha em minha página no Facebook ou no Instagram. Segue abaixo…

View this post on Instagram

DICAS DE SÉRIES: #BlackMirror Esta série da @Netflix é uma daquelas que te choca mas te prende a atenção até o fim. Com 4 temporadas, a série trata do uso da tecnologia em nossos dias. O foco principal é nos fazer refletir em como o abuso do uso das tecnologias digitais e a internet pode por fim a sociedade como a conhecemos. Alguns episódios são bem pesados. No geral a série tem indicação para 16 anos, mas algumas cenas são típicas de filmes de suspense/terror. Destaque para alguns episódios onde a sociedade passa a julgar TUDO que as pessoas fazem. Uma espécie de ranking onde tudo que você faça é "avaliado" em até 5 estrelas. Outros episódios mostram pessoas sofrendo tortura psicológica como forma de pagar por seus crimes. Além do uso de bastante tecnologia que hoje nos parece algo distante mas que já existem e muitas já estão em uso, como robôs, animais androide que simulam o comportamento de animais reais e etc. Se você gosta de ação, suspense e doses de terror e se interessa por tecnologia… #ficaADica #séries #BlackMirror #nerflix #dicas #cinema #suspense #terror #horror

A post shared by Daniel Brandão (@danielbrandao.com.br) on