A internet e a sociedade

No mundo em que vivemos, é praticamente impossível(no mínimo impensável), vivermos sem a existência da rede mundial de computadores, a popular “Internet”. Também conhecida por web, ela faz parte da nossa rotina para entretenimento, estudos, trabalho e, com toda a certeza, para ficar sabendo da vida alheia…

É inegável que a internet veio para ficar. Cada dia mais serviços e produtos são lançados no mundo inteiro, uns incentivando o uso massivo da ‘grande rede’, outros influenciando na vida cotidiana da população de cada país. Já não são raros os acessos à internet gratuitos, em chamados Hotspot´s ou WI-FI zone (locais com acesso à internet liberado, geralmente de forma gratuita).

O acesso já não se dá apenas por computadores convencionais e notebooks, mas também com os famosos Tablets e os Smartphones, nova febre mundial. Com o advento da web 2.0 e das conexões de tecnologia 3G e 4G, o celular deixou de ser um mero aparelho portátil de ligações telefônicas e envio de mensagem de texto. Agora, de qualquer lugar e horário é possível entramos em sites, ficar antenado com as notícias de qualquer lugar do mundo, e também das novidades daquela pessoa que mora ou estuda/trabalha com você diariamente. São as chamadas REDES SOCIAIS, que dominam o tempo da maioria dos usuários que vivem conectados.

facebookx-450x450O Facebook é a bola da vez. Desde 2011, a famosa rede social domina os acessos à sites de relacionamentos sociais, ultrapassando o quase extinto Orkut. Febre entre diversas faixas etárias, de crianças a adultos e terceira idade, o ‘Face’ hoje é o site mais visitado na internet, ultrapassando o Google, segundo estatísticas internacionais de tráfego de dados em servidores de conteúdo.

Ainda existem outras potências quando o assunto é ‘saber dos babados’. Quando o assunto é ficar por dentro da vida de famosos, o Twitter comanda a lista. O microblog é uma referência em noticias, polêmicas e troca de informações rápidas, funcionando como uma espécie de blog, limitando suas postagens a 140 caracteres por post. Ainda na área de redes sociais e compartilhamento de conteúdo, temos o Youtube(videos), Vimeo, Google+, LinkeIN, e outros que falarei melhor em outro post.

Mas, ONDE TUDO ISSO NOS LEVA? Que PREÇO PAGAMOS por todo esse acesso à informações de pessoas de todo o mundo? A curiosidade humana faz com que cheguemos longe para saber e ficar por dentro da vida alheia. Nós mesmo somos tanto vítimas como culpados, seja por expor nossas próprias vidas ou por ficar atrás de saber da alheia. Cabe-nos, tão somente, sabermos nosso próprio limite. Até onde posso ir sem me tornar um ESPIÃO da vida dos outros? Uma coisa é certa, tudo tem um limite, mas no mundo atual, há uma falta bom senso em muitos para saber seu próprio limite.

Anúncios

Autor: Daniel Brandão

Desenvolvedor Web e Professor. Gosto de debater, escrever e comentar a respeito da vida, tecnologia, o pensar, a sociedade, a vida cotidiana e da vida vindoura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s