#FarmsBeats: projeto de precisão de dados para agricultura

Cientista-chefe da Microsoft apresenta projeto de agricultura de precisão baseado em uso de #dados.

Anúncios
Autor: @microsoftBR

Em visita ao Brasil, @RanveerChandra, cientista-chefe de Azure Global, apresentou para alguns jornalistas e influenciadores o #FarmBeats, um projeto de agricultura de precisão baseado em uso de #dados.

O programa da Microsoft, que faz parte da iniciativa #AIforEarth, impulsiona a transformação digital dos produtores agrícolas com uso de #IA, sensores de baixo custo e drones.

“Um dos problemas que os produtores enfrentam para aplicar soluções digitais em seus negócios é a falta de conectividade no campo. Por isso desenvolvemos o #AirBand, uma tecnologia que usa TV white spaces para viabilizar conexões em áreas rurais”

Ranveer Chandra.

Chandra ainda acrescentou que a agricultura de precisão permite que “os agricultores usem seus recursos como água, terra e fertilizantes com mais sabedoria. Isso melhora a produtividade e reduz os custos, além de evitar desperdícios e de ser melhor para o meio ambiente”.

Fonte: Twitter da Microsoft Brasil

Python, R e Scala: as linguagens da ciência de dados

O Cientista de Dados Igor Bobriakov escreveu um excelente post (em inglês) sobre as principais bibliotecas para Data Science em linguagens Python, R e Scala. Confira a tradução em português

O Cientista de Dados Igor Bobriakov escreveu um excelente post (em inglês) sobre as principais bibliotecas para Data Science em linguagens Python, R e Scala, com um infográfico bastante didático. Neste post você encontra esse excelente trabalho traduzido na íntegra para o português pelo site Ciência e dados. Boa leitura!

Data Science é um campo promissor e empolgante, desenvolvendo-se rapidamente. Os casos de uso e aplicações da Ciência de Dados estão em constante expansão e o kit de ferramentas para implementar esses aplicativos cresce na mesma proporção.

Cada uma dessas linguagens é adequada para um tipo específico de tarefas, além de cada desenvolvedor escolher a ferramenta mais conveniente para si. Muitas vezes, a escolha de uma linguagem de programação é subjetiva, mas, abaixo, tentaremos saudar as forças de cada uma das três linguagens descritas.

Linguagem R

Projetada principalmente para computação estatística, a linguagem R oferece um excelente conjunto de pacotes de alta qualidade para coleta e visualização de dados estatísticos. Outro ponto forte para a Linguagem R é o conjunto de ferramentas bem desenvolvidas para pesquisa reproduzível. No entanto, R pode ser de alguma forma específico e não é tão bom quando se trata de engenharia e alguns dos casos de programação de propósito geral.

Linguagem Python

Python é uma linguagem de propósito geral com um rico conjunto de bibliotecas para uma ampla gama de propósitos. É tão boa para problemas de matemática, engenharia e Deep Learning quanto para manipulação de dados e visualizações. Esta linguagem é uma excelente escolha para especialistas iniciantes e avançados, o que a torna extremamente popular entre os Cientistas de Dados.

Linguagem Scala

Scala é uma solução ideal para trabalhar com Big Data. A combinação Scala e Apache Spark oferece a oportunidade de aproveitar ao máximo a computação distribuída em cluster de computadores. Portanto, a linguagem possui muitas ótimas bibliotecas para aprendizado de máquina e engenharia; no entanto, falta possibilidades de análise e visualização de dados em comparação com as linguagens anteriores. Se você não estiver trabalhando com Big Data, o Python e R podem mostrar um desempenho melhor que Scala. Mas se estiver trabalhando com Big Data, Scala pode ser a melhor opção.

Continue Lendo “Python, R e Scala: as linguagens da ciência de dados”

TDC 2019: Belo Horizonte

Inscrições para o The Developers Conference BH estão abertas até o dia 15 de junho

TDC – The Developer´s Conference – é o maior evento relacionado a desenvolvimento de software no Brasil conectando organizadores de meetups e eventos, palestrantes, empresas e patrocinadores em uma plataforma única, empoderando o ecossistema local de cada região onde é realizado.

TDC é uma conferência muito dinâmica com objetivo de apresentar os tópicos mais importantes de acordo com as necessidades locais e internacionais e, por esta razão, existem mais do que dez trilhas paralelas por dia.

Este ano já aconteceu em Florianópolis/SC em abril. Ainda este ano teremos em Belo Horizonte (Junho), São Paulo (Julho), Recife (Outubro) e Porto Alegre (Novembro.

Interessado? Veja mais sobre o evento em:
http://www.thedevelopersconference.com.br/tdc/2019/index.html

Microsoft busca simplicidade com linguagem de programação Bosque

Nova linguagem de programação de código aberto é projetada para escrever códigos simples e óbvios para humanos e máquinas

Microsoft lançou um novo projeto de código aberto para desenvolver a linguagem de programação Bosque. O objetivo do projeto de linguagem Bosque é construir uma linguagem de programação funcional que evite a “complexidade acidental” no processo de desenvolvimento.

As metas de design para a linguagem Bosque incluem produtividade aprimorada de desenvolvedor, melhor qualidade de software e habilitação de uma série de novos compiladores e experiências de ferramentas.

Um objetivo fundamental é a eliminação da complexidade acidental. O código Bosque é supostamente simples e fácil de compreender tanto para máquinas quanto para seres humanos. Mas o Bosque permanece muito em desenvolvimento neste momento; os proponentes não recomendam usar o Bosque para qualquer trabalho de produção. Os desenvolvedores são encorajados a experimentá-lo.

O Bosque se torna o mais recente projeto de linguagem da Microsoft, que produziu idiomas incluindo C#, uma linguagem orientada a objetos; F#, uma linguagem funcional; e TypeScript, um superconjunto digitado de JavaScript.

A gigante do software teve um bom grau de sucesso no desenvolvimento de idiomas que ganham popularidade. O C#, por exemplo, ficou em quinto lugar e o TypeScript em 12º lugar nas mais recentes classificações de linguagem do RedMonk, baseadas em discussões no Stack Overflow e uso de código no GitHub.

Você pode encontrar documentação do Bosque, exemplos e uma implementação de referência no GitHub. Tutoriais estão em andamento.

Referência: ComputerWorld

O que é API REST (RESTFUL)?

API REST: Entenda o que é e para que serve estes recursos de desenvolvimento.

Fazer a integração de dados entre diferentes sistemas sempre foi um entrave na vida do time de desenvolvimento da TI. Diferentes tecnologias, linguagens, proteção de dados e muitos outros argumentos sempre dificultaram esta boa comunicação.

O que é uma API?

A sigla API vem do inglês e significa Application Programming Interface (
Interface de Programação de Aplicações, em português). Pires (2017) define o funcionamento de uma API objetivando “fornecer um ponto de acesso entre a aplicação e seu cliente, seja ele um usuário ou uma outra aplicação. “. Em resumo, uma aplicação intermediária entre duas aplicações (provavelmente web).

E o que é REST?

REST vem de Representational State Transfer (em português, Transferência de Estado Representacional).

Existe uma certa confusão quanto aos termos REST e RESTful. Entretanto, ambos representam os mesmo princípios. A diferença é apenas gramatical. Em outras palavras, sistemas que utilizam os princípios REST são chamados de RESTful.

  • REST: conjunto de princípios de arquitetura
  • RESTful: capacidade de determinado sistema aplicar os princípios de REST.

Referências: BeCode |Wikipedia

Jogo online em CSS Puro!

É possível criar um jogo ou alguma aplicação com as ações sendo controladas sem uma linguagem de programação em si? Eu te provo que SIM!

É possível criar um jogo ou alguma aplicação com as ações sendo controladas sem uma linguagem de programação em si? Eu te digo que SIM!

O desenvolvedor Elad Shechter provou que é sim possível. Através do simples uso de HTML e CSS ele criou um mini-jogo bem interativo. Como o HTML 5 permite você o uso de tags de maneira a simplificar a vida do desenvolvedor, juntamente com os possíveis controles de posições, formatos e tempo do CSS, a “brincadeira” fica mais fácil de acontecer.

O resultado pode ser visto na conta de Shechter no Codepen.io (clique aqui).

Os 10 mais populares frameworks PHP (parte 1)

Que PHP é uma das linguagens web mais utilizadas no mundo todo, para quem é da área, não é segredo algum. Mas, existem “N” formas de se programar para a web e só com a linguagem PHP já são diversos os frameworks, elementos auxiliares na hora de desenvolver um sistema web.

Por que usar um framework PHP?

Um framework PHP fornece uma estrutura básica para simplificar o desenvolvimento de aplicativos da web. Nós os usamos porque eles aceleram o processo de desenvolvimento.

Acima de tudo, a capacidade de resposta de sites e aplicativos criados usando estruturas PHP ajuda as empresas a atender às suas necessidades de desempenho. Portanto, não há dúvida de que os frameworks PHP continuarão ganhando atenção e popularidade em 2019.

A seguir, segue uma lista com os top 10 frameworks em uso hoje no mundo inteiro:

1. Laravel

Laravel is a top PHP framework

Introduzido em 2011, o Laravel tornou-se o mais popular framework PHP livre e de código aberto do mundo. Por quê? Porque ele pode manipular aplicativos da Web complexos com segurança, em um ritmo consideravelmente mais rápido do que outros frameworks. O Laravel simplifica o processo de desenvolvimento, facilitando tarefas comuns, como roteamento, sessões, armazenamento em cache e autenticação.

2. CodeIgniter

CodeIgniter is a top PHP framework

Conhecido por seu pequeno tamanho (é apenas cerca de 2 MB, incluindo a documentação) O CodeIgniter é um framework PHP adequado para o desenvolvimento de websites dinâmicos. Ele oferece vários módulos pré-construídos que ajudam na construção de componentes robustos e reutilizáveis.

3. Symfony

Symfony is a top PHP framework

A estrutura do Symfony foi lançada em 2005 e, embora tenha existido por muito mais tempo do que outras estruturas nessa lista, é uma plataforma confiável e madura. Symfony é uma extensa estrutura PHP MVC e a única estrutura conhecida para seguir padrões PHP e web.

4. CakePHP

CakePHP is a top PHP framework

Se você procura um kit de ferramentas simples e elegante, não procure mais. O CakePHP irá ajudá-lo a desenvolver sites visualmente impressionantes e repletos de recursos. Além disso, o CakePHP é um dos frameworks mais fáceis de aprender, especialmente por causa de sua estrutura CRUD (criar, ler, atualizar e excluir). CakePHP chegou ao mercado no início dos anos 2000, e desde então ganhou melhor desempenho e muitos novos componentes.

5. Yii

Yii is a top PHP framework

A estrutura do Yii – que significa sim, é! – é, de fato, simples e evolutivo. É uma estrutura PHP de alto desempenho e baseada em componentes para o desenvolvimento de aplicativos da Web modernos. O Yii é adequado para todos os tipos de aplicativos da web. Por esse motivo, é uma estrutura de programação universal da web.

Este TOP 10 Continua…