Python, R e Scala: as linguagens da ciência de dados

O Cientista de Dados Igor Bobriakov escreveu um excelente post (em inglês) sobre as principais bibliotecas para Data Science em linguagens Python, R e Scala. Confira a tradução em português

Anúncios

O Cientista de Dados Igor Bobriakov escreveu um excelente post (em inglês) sobre as principais bibliotecas para Data Science em linguagens Python, R e Scala, com um infográfico bastante didático. Neste post você encontra esse excelente trabalho traduzido na íntegra para o português pelo site Ciência e dados. Boa leitura!

Data Science é um campo promissor e empolgante, desenvolvendo-se rapidamente. Os casos de uso e aplicações da Ciência de Dados estão em constante expansão e o kit de ferramentas para implementar esses aplicativos cresce na mesma proporção.

Cada uma dessas linguagens é adequada para um tipo específico de tarefas, além de cada desenvolvedor escolher a ferramenta mais conveniente para si. Muitas vezes, a escolha de uma linguagem de programação é subjetiva, mas, abaixo, tentaremos saudar as forças de cada uma das três linguagens descritas.

Linguagem R

Projetada principalmente para computação estatística, a linguagem R oferece um excelente conjunto de pacotes de alta qualidade para coleta e visualização de dados estatísticos. Outro ponto forte para a Linguagem R é o conjunto de ferramentas bem desenvolvidas para pesquisa reproduzível. No entanto, R pode ser de alguma forma específico e não é tão bom quando se trata de engenharia e alguns dos casos de programação de propósito geral.

Linguagem Python

Python é uma linguagem de propósito geral com um rico conjunto de bibliotecas para uma ampla gama de propósitos. É tão boa para problemas de matemática, engenharia e Deep Learning quanto para manipulação de dados e visualizações. Esta linguagem é uma excelente escolha para especialistas iniciantes e avançados, o que a torna extremamente popular entre os Cientistas de Dados.

Linguagem Scala

Scala é uma solução ideal para trabalhar com Big Data. A combinação Scala e Apache Spark oferece a oportunidade de aproveitar ao máximo a computação distribuída em cluster de computadores. Portanto, a linguagem possui muitas ótimas bibliotecas para aprendizado de máquina e engenharia; no entanto, falta possibilidades de análise e visualização de dados em comparação com as linguagens anteriores. Se você não estiver trabalhando com Big Data, o Python e R podem mostrar um desempenho melhor que Scala. Mas se estiver trabalhando com Big Data, Scala pode ser a melhor opção.

Continue Lendo “Python, R e Scala: as linguagens da ciência de dados”

Vem Novidade aí!

 Olá Pessoal.
Não é apenas uma promessa de “Fim de ano”, mas em 2017 tenho como objetivo postar mais novidades no blog. Aos meus alunos, irei postar conteúdos complementares as aulas, inclusive vídeo-aulas que serão uma ponte entre assuntos tratados em aula.

Além disso, irei lançar séries de video-aulas de diversos temas, incluindo Programação Web Back-end e Front-end, Pacote Office (Word, Excel, PowerPoint), Banco de dados, Frameworks Web, entre outros.

Espero que sejam úteis e que possa colaborar com seu aprendizado. Um ótimo novo ano a todos nós e que venha o novo em nossas vidas!!

Por que sua empresa precisa de um site para sobreviver no mercado?

5 benefícios que um site pode trazer

Já se perguntou por que sua empresa precisa de um site próprio? Conheça 5 benefícios que um site pode trazer, da exposição da marca ao aumento em vendas!

Se você está adiando ou relutando em criar um site para sua empresa, responda a essa pergunta: você conhece alguma marca de sucesso que não tenha um site próprio?

Independente do segmento, local ou tamanho, esse é o denominador comum entre todos os negócios de sucesso. Como já falamos em outro artigo, ter um site próprio é a presença digital mínima de que sua empresa precisa, ou ao menos um Cartão de Visita Online

Nesse post, vamos falar sobre todas as vantagens que um site com domínio próprio pode trazer para sua empresa.

Antes de falar sobre os benefícios, vamos explorar 3 objeções bastante comuns. Continue Lendo “Por que sua empresa precisa de um site para sobreviver no mercado?”

11 de Agosto, dia do Estudante

estudante

“Sabe voar, estudante?” [NASCIMENTO, Capitão]

Dessa frase ‘inspiradora’, faço minha homenagem aos meus alunos, ex-alunos e a todos os estudantes que me seguem. Parabéns pelo seu dia! Seja sempre um estudante, não importa do que, estude sempre.

Qual a diferença entre blog, site e portal?

Muitos falam em site, blog, portal. Mas poucos sabem a diferença entre eles. Essa dificuldade acontece pois não existe nem um Site órgão regulamentador e a comunidade não consegue entrar em um consenso.
Abaixo vou passar as definições referentes a minha visão.

Site

Qualquer projeto na web é um site, a palavra site vem da variação da palavra sítio que é utilizada no português de portugal para referenciar os espaços na web. Porém a palavra site lembra modelos mais tradicionais na web onde a linguagem utilizada é mais formal, geralmente são utilizados para representar uma empresa ou produtos. Possui páginas abertas com conteúdos atualizados em tempos maiores. A maioria dos sites mantém um espaço classificado como blog para que seja uma área com maior interatividade.

Blog

Basicamente um blog tem as mesmas funções de um site, porém sua dinamicidade é muito maior. E a linguagem usada é, geralmente,  menos formal. Atualmente existem blogs dos mais variados assuntos e segmentos que pensarmos, tem blog que trata do assunto de forma séria, outros de forma divertida. Alguns blogs podem se diferenciar de sites também pelo seu tempo de vida útil que pode ser menor que de um site.

Portais

Como o próprio nome nos passa a ideia, portais são sites que possuem várias “portas”, para diferentes tipos de conteúdos de diferentes assuntos, sendo assim podemos classificar os portais como espaços que aglomeram e distribuem conteúdos variados. O G1 é um bom exemplo de portal no seguimento de notícias.
*Baseado no texto de Juliana Basilio da Silva/Portal GSTI