O que esperar quando o assunto é o retorno das férias?

Nem sempre a volta do recesso é como o esperado, mas importantes atitudes podem melhorar a retomada as atividades

Encontrar projetos alinhados, problemas resolvidos e a equipe fluindo pode ser o sonho de todo executivo que retorna das férias. Muitos são os profissionais que neste período não conseguem se desligar dos compromissos da sua empresa e, quando voltam ao setor, ficam mais estressados. A volta às aulas também pode ser melhorada com uso de planejamento e treinamento da mente.

Uma pesquisa, publicada no portal Economia Estadão, da Isma-BR International Stress Management Association, com executivos de São Paulo e Porto Alegre, teve um resultado curioso. O estudo aponta que 38% dos entrevistados tinha algum grau de fobia de férias, um número relevante que destaca uma fonte de estresse no período. Segundo a pesquisa, no final de 30 dias de férias, apenas 10 são realmente aproveitados, explica Ana Maria Rossi, presidente brasileira Isma-br. A razão levantada seria as decisões tomadas em sua ausência.

Planejamento

De acordo com especialistas, o apoio e o planejamento podem ser o segredo para um retorno feliz às atividades. Em publicação ao portal Economia Estadão, Geronimo Theml, especialista em produtividade e desenvolvimento humano, diz que a pergunta que cada pessoa deve fazer antes do recesso é: o que eu preciso deixar pronto para que tenha uma pausa tranquila?  A dica, segundo Geronimo, é desconectar do trabalho e colocar alguém capacitado para responder por você. A partir dessa decisão, a pessoa “substituta” avaliará se cabe interromper ou não o seu descanso.

Theml ainda comenta que colaboradores de alto nível de comprometimento acabam se sentindo responsáveis pelo trabalho mesmo em férias e se sentem inseguros em relação à equipe. Já para Cecília Belele, diretora regional da empresa de serviços de e-mail Return Path para America Latina, em matéria no Economia Estadão, o apoio da empresa é essencial para que o profissional possa realmente tirar seus dias de recesso.

Mais férias, mais qualidade de vida?

Tirar aquele tempo para relaxar pode contribuir muito para sua criatividade, como também para o foco. Uma pesquisa revelou que a pausa do trabalho pode contribuir para viver mais e com qualidade. O estudo realizado com 1.222 executivos mostrou que tirar períodos de férias mais curtos está associado a uma maior taxa de mortalidade. A partir da pesquisa, foi identificado que executivos que costumavam tirar três semanas ou menos de férias ao longo do ano tiveram 37% mais chances de morrer. Esse grupo apresentava um estilo de vida mais intenso, com maior carga horária de trabalho e menor tempo de sono. Vale ressaltar que tal resultado não era influenciado pela adoção de hábitos de vida mais saudáveis por parte desses executivos, mostrando que uma pausa real do trabalho é fundamental para que se possa relaxar e combater de maneira mais eficiente os efeitos negativos do estresse.

Além disso, os testes foram realizados com homens que apresentavam ao menos um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como tabagismo, pressão alta, colesterol alto, triglicerídeos elevados, intolerância à glicose e sobrepeso. Ainda assim, os resultados da pesquisa são relevantes, já que muitos desses fatores são comuns de serem identificados no ambiente corporativo.

A cultura

Existe uma cultura, no meio corporativo, de que férias prolongadas são associadas à falta de interesse do colaborador. Além disso, muitos profissionais temem que a sua própria ausência possa ser um fator de risco para que outro profissional entre em seu lugar ou execute melhor suas atividades.

Indo contra tal corrente, muitas empresas já estão atentas à importância da qualidade de vida de seus profissionais e à relevância de focar em mais estratégias que promovam o bem-estar do colaborador para o alcance de bons resultados para a companhia. E isso inclui o prazer de tirar férias com apoio da organização.

Fontes:

Economiaestadão
Empregosecarreiras
Escardio.org

#VISapiens – Semana Pedagógica Unipê

Olá, pessoal!

Desde semana passada estou participando da “Semana Pedagógica” do Unipê. Neste tempo, pude participar de treinamentos, Workshops, Palestras e Reuniões com colegas e as coordenações de cursos de graduação o qual ministro.

Sapiens 2017

Além disso, pude expor uma prática docente, prática essa que realizo e denominei de FEEDBACK DOCENTE UTILIZANDO AMBIENTE VIRTUAL. Caso você se interesse, depois criarei um post relacionado a isto. Mas fica aqui o link para o slide de apresentação.

Resumindo: ótimos momentos. Todo profissional precisa de reciclagem e para um professor, a troca de experiências e o contato com novidades é primordial. Espero pelo próximo evento já.

NOVO! Boas práticas na criação web – introdução

Olá pessoal!

É com muito prazer que anuncio que irei retomar algumas dicas e tutoriais do meu blog. A partir de agora irei postar materiais já publicados anteriormente e itens inéditos baseados em continuações dos assuntos já tratados no blog.

Como retorno, posto aqui um material meu em formato .PDF que está disponível no Slideshare. Uma introdução para os que estão iniciando em desenvolvimento de sites. Boas práticas na criação web é uma introdução ao assunto e espero que possa auxiliar quem ler.

Esperem coisas novas e dicas sobre programação web daqui por diante!