Mini Projeto PHP atualizado

Olá, meus caros.

Andei atualizando o mini projeto em PHP com pequeno admin conectado ao MySQL. É um sistema que utilizo didaticamente para ensinar os primeiros passos com PHP.

Os arquivos estão em meu Github e o sistema rodando pode ser visto pelo Heroku. O projeto está aberto no git caso alguém queira dar um fork ou ajudar em melhorias no mesmo.

Ele inclui Boostrap para a parte front-end.

Anúncios

Saiu o Bootstrap 4 Beta!

Foi lançada a versão BETA do novo Booststrap 4. Esperada por desenvolvedores web ansiosamente, essa versão promete novidades para a criação de sites cada vez mais compatíveis as diversas telas e resoluções na criação de aplicações web cada vez mais “responsivas”.

O Bootstrap é um conjunto de ferramentas de código aberto para desenvolvimento com HTML, CSS e JavaScript. Essa ferramenta permite a criação de um protótipo rapidamente, auxiliando em projetos, idéias e criação de aplicativos completos com as variáveis ​​Sass e mixins, sistema de grade responsivo, extensos componentes pré-construídos e plugins poderosos criados no jQuery.

Para baixar e experimentar a novidade, clique aqui meu jovem padawan.

{Palestra} Criação Web com Frameworks (Material Design e Bootstrap)

Olá Pessoal. Nessa sexta-feira, dia 02 de junho, apresentei na SIAP da faculdade FPB, a palestra Criação Web com Frameworks Front-end (Material Design e Bootstrap). Para quem esteve lá ou não, coloco aqui os Slides apresentados, que contém os links para cada framework abordado na palestra.

Dúvidas, críticas ou qualquer outra forma de opinião, fique a vontade para comentar abaixo.

Anunciada a versão 4 do Bootstrap

No 4º aniversário do Bootstrap, a equipe anunciou o lançamento, ainda em estágio alpha, da versão 4 do framework.
O criador do Bootstrap, Mark Otto, apresentou no post as principais mudanças dessa versão. Otto afirma que a versão 4 é uma “grande empreitada que afetou praticamente cada linha do código”.

As primeiras três versões do Bootstrap usaram o Less, mas a versão 4 troca o Less pelo pré-processador de CSS Sass. De acordo com Otto, os seguintes pontos motivaram a mudança:

O Sass tem uma comunidade de desenvolvedores maior e seus ciclos de iteração são mais rápidos do que os do Less. Além disso, o Sass é muito similar ao Less, resultando em uma transição mais fácil do que seria migrar para PostCSS. Por fim, o LibSass (implementação C para o tradicional Sass Ruby) é muito rápido (mais rápido do que o Less nos testes que fiz).

Visando o futuro, a versão 4 passou a suportar flexbox. Uma vez que o suporte ao flexbox oferecido pelos navegadores ainda não é universal, essa funcionalidade não está habilitada por padrão. Outra mudança importante é a troca do uso da unidade px para rem e em quando apropriado. O uso da unidade rem resulta no ajuste do tamanho dos elementos com base no seu tamanho em relação ao elemento um nível acima no HTML. No que diz respeito ao JavaScript, todos os plugins foram reescritos em ES6.

Desenvolvedores que ainda precisam de suporte ao IE8 devem ficar com a versão 3, uma vez que a versão 4 remove o suporte para esse navegador. Um guia de migração está disponível com mais detalhes a respeito do que mudou.

Também foi anunciado o Bootstram Themes. Mesmo sendo possível mudar o design de um aplicativo desenvolvido com Bootstrap, é comum a queixa de que os aplicativos tendem a ter a mesma aparência. Por muito tempo, temas de baixo custo foram disponibilizados em lojas como Themefores, mas o novo Bootstrap Themes tem três temas oficiais com suporte completo. Cada um custa U$99, incluindo atualizações gratuitas durante toda vida útil do tema. Os temas disponíveis no momento são para versão 3 do Bootstrap, mas serão atualilizados para versão 4.

Ainda não existe data de lançamento para versão 4. Otto afirma em seu post que, antes do release final, serão disponibilizadas mais algumas versões alpha, duas versões beta e dois RCs. Desenvolvedores podem participar do desenvolvimento através do repositório no GitHub e conversar com os criadores e com a comunidade no canal do Bootstrap disponível no Slack.

Fonte: Info Q Brasil