De tirar o chapéu: Professora reconhece mais que notas de aluno autista

Foi-se o tempo em que tirar boas notas era a única forma de medir as habilidades de um aluno. A professora Jane Clarkson, de uma escola infantil do Reino Unido, teve uma atitude muito especial ao comunicar as notas baixas do seu aluno autista de 11 anos, Ben Twist.
Apesar de ter dado o seu melhor nas provas, seus resultados não foram satisfatórios – de acordo com o sistema tradicional.

A carta que a doce Jane mandou para Ben e seus pais tocou o coração de milhares de pessoas que viram o texto no Twitter da professora e deixou a mãe do menino em lágrimas.

Tradução livre:
“Querido Ben,
Estou escrevendo para te parabenizar pela sua atitude e sucesso ao completar seu ano letivo.
Gil, Lynn, Angela, Steph e Anne trabalharam muito bem com você este ano e você fez progressos maravilhosos.
Escrevi para você e seus pais para contar a vocês o resultado das provas.
Uma parte muito importante: quero que você entenda que essas provas medem apenas um pequeno pedacinho seu e de suas habilidades. Elas são importantes e você as fez muito bem, mas o Ben Twist é feito de muitas outras habilidades e talentos que nós, aqui da escola Lansbury Bridge, vimos e medimos de outras maneiras.
Outros talentos que você tem e que essas provas não medem, incluem:
– Seu talento artístico;
– Sua habilidade de trabalhar em grupo;
– O desenvolvimento da sua independência;
– Sua bondade;
– Sua habilidade de expressar opiniões;
– Suas habilidades esportivas;
– Sua habilidade de fazer e manter amigos;
– Sua habilidade de discutir e avaliar seu próprio progresso;
– Seu planejamento e construção de talentos;
– Sua habilidade musical.
Nós estamos muito satisfeitos com todos esses diferentes talentos e habilidades que fazem de você essa pessoa especial e essas são todas as coisas que mensuramos que nos asseguram o fato de você estar sempre progredindo e continuando seu desenvolvimento como um adorável e brilhante homenzinho.

Muito bem, Ben. Nós estamos muito orgulhosos de você.
Felicidades!
Senhora Clarkson.”
O Ben ficou felizao e agradeceu muito a msg! Top demais, não?

Listinha de ano novo

É pessoal, nem bem começamos e já estamos finalizando mais um ano. Particularmente, meu ano de 2015 foi de grandes realizações, tanto na vida pessoal como na profissional (leia isso com a voz do Faustão, ‘ôh, loko meu’). Tenho muito o que agradecer a Deus, minha família e aos profissionais que acreditaram em meu potencial.

Mas, sempre ao final de cada ano, tenho o costume de fazer aquela lista de coisas que gostaria de fazer em 2016. Muitas metas em particular, mas algumas quero compartilhar abertamente para, quem sabe, animar algum leitor.

  1. Desenvolver em Linguagens de Programação.
    Sim, eu creio que nunca é demais o aprendizado. Mas meu objetivo principal nesse quesito é evoluir nas linguagens que já programo.
  2. Escrever mais
    Sim, pretendo começar a escrever um livro, escrever mais artigos para o blog e artigos científicos também. Que a paixão vire satisfação e realização.
  3. Correr pro abraço… da família
    É bom crescer profissionalmente, mas não adianta conquistar vitórias e não poder comemorar nos braços dos que te amam. Que esse ano seja também de muitas comemorações em família, pois as vitórias já estão chegando.
  4. Me doar mais
    Era um de meus objetivos para 2015 poder alcançar algumas coisas profissionalmente. Conquistei, agora quero retribuir para a sociedade e para servir ao meu Deus (não tenho fé suficiente para ser Ateu).
  5. Ser proativo
    Esse é sempre um desafio para mim. 2015 foi um ano em que já me superei bastante nessa área. Tomar uma atitude sem ter que ser cobrado por aquilo é importante. Espero poder fazer mais isso em 2016.

E você, caro leitor, quais suas metas para 2016? Muitas ou poucas, é sempre bom aproveitarmos o fim de um ano e começo de outro para refletirmos. Crescemos? Empacamos? Retrocedemos? Bem, o importante é o próximo passo e não apenas os passos que já demos.

Desejo a você um ótimo final de ano. Um Natal comemorado junto ao aniversariante Jesus Cristo, e um novo ano repleto de realizações. Em 2016 nos encontramos por aqui novamente.