Universitário: Volte às aulas com tudo!

Resultado de imagem para dicas volta as aulas universitário

Para quem está começando uma faculdade ou para quem estava de recesso e está voltando, existem semelhanças. Por exemplo no fato de ambos estarem parados, terem até mesmo “esquecido” de como estudar. Voltar a produzir depois de um tempo parado não é fácil. Um atleta voltar a ativa depois de um tempo acomodado gera dificuldades de desempenho. Quer voltar com tudo? Aí vão 5 dicas importantes:

1 – Matéria dada é matéria estudada

Cara, eu sei que pode ser bem difícil ter pique para reler e revisar o que você acabou de aprender, mas é um fato: se você tiver disciplina e estudar (nem que seja um pouco!) do que já foi visto em sala de aula, você vai absorver e guardar o conteúdo com bem mais facilidade! Isso vai te ajudar também a não ter que fazer maratonas mágicas (regadas a café!) na noite antes da prova. Estudos científicos comprovam: a melhor maneira de fixar o conteúdo é fazer mini revisões rápidas nos dias seguintes ao primeiro contato com a matéria nova!

2 – Leia livros diferentes

Um dos maiores problemas que acontecem com todo universitário ao entrar para a faculdade é que eles leem apenas os livros relacionados ao seu curso e nada mais. Porém, ler conteúdos diferentes, tipo romances e ficção científica, pode te ajudar e muito a aliviar a pressão dos estudos, além de contribuir para você expandir o seu vocabulário e a sua compreensão textual.

Outra dica é ler mais livros sobre desenvolvimento pessoal. Sempre que eu posso eu vou a alguma loja da Saraiva e procuro ver quais são os lançamentos (ou os livros mais vendidos!) sobre gerenciamento de tempo, educação financeira, produtividade, liderança e outros temas importantes para desenvolver habilidades que são essenciais para a nossa vida pessoal e profissional.

3 – Aprenda (de uma vez!) a se organizar

Organização não acontece com um passo de mágica, é um processo. Mas acredite em mim: uma hora na vida você vai ter que aprender a se organizar melhor (seja por bem, ou mal!). Então, quanto mais cedo você conseguir criar hábitos de organização, melhor!

Eu recomendo muito que você use uma agenda ou algum app para anotar suas tarefas.Guarde seu cérebro (e a sua disposição) para executar as suas tarefas, e não para guardá-las.

4 – Use a técnica Pomodoro

Quem já conhece o projeto Universitário Ativo há um tempo já deve ter ouvido essa dica várias vezes! Pessoalmente eu considero essa técnica uma das mais eficientes para você ser mais produtivo.

Na prática, a técnica Pomodoro consiste em dividir as tarefas (ou estudos!) em blocos de 25 minutos e descansar por 5 minutos. Você tem que fazer um combinado com você mesmo: durante esses 25 minutos você vai focar APENAS no que está fazendo. Esqueça o Facebook, o celular, seus amigos, tudo! Foque apenas na tarefa a ser feita. Quando acabar os 25 minutos, relaxe por 5 minutos, e faça qualquer coisa MENOS A TAREFA. Você vai ver que essa técnica vai tornar a atividade de estudar bem mais produtiva =)

5 – Economize uma grana esse semestre

A vida universitária não é fácil e provavelmente você ficará apertado todo fim de mês se não souber se planejar. Atualmente nós temos várias maneiras de ter acesso ao material de estudo, como na forma de xerox e PDFs. Porém, pelo menos para mim, nada substitui o bom e velho livro! Começar a criar uma biblioteca pessoal com os principais livros da sua área é uma boa ideia e com certeza vai te ajudar muito na sua vida profissional. Porém, se você não souber comprar bem, esse investimento pode sair caro!

Fonte: Universitário Ativo

Anúncios

#Expotec2017 – Tá chegando a hora!

De 09 a 11 de agosto acontece a EXPOTEC aqui em João Pessoa. Evento bacana que reune renomados profissionais do nordeste, do Brasil e do mundo até. O local é super agradável (Já conhece o Centro de Convenções de João Pessoa?). Games, Desenvolvimento, Web, Robótica, Educação e muitos outros assuntos são vistos em formato de Palestras, Exposições e Workshop.

Vamos lá? Inscreva-se no site www.expotec.org.br

Videogame contribui para que jovens trabalhem menos nos EUA, diz estudo

Segundo os cálculos dos pesquisadores, os jogos de videogame tomam metade do tempo livre dos homens jovens norte-americanos.

Os videogames contribuíram para a queda no número de horas trabalhadas por homens jovens nos Estados Unidos, apontou um estudo do Departamento Nacional de Pesquisa Econômica norte americano.  Divulgada no começo deste mês, a pesquisa foi elaborada por Erik Hurst e Kerwin Charles, da Universidade de Chicago, Mark Aguiar, da Universidade de Princeton, e Mark Bils, da Universidade de Rochester. Os economistas partiram de dados que apontam declínio no número de horas trabalhadas ao ano tanto por homens e mulheres e em todas as faixas de idade.

Em 2015, os indivíduos nessa faixa de idade trabalhavam 203 horas a menos do que em 2000. A título de comparação, a redução de horas trabalhadas anualmente foi de 163 na faixa dos 31 a 55 anos.  Enquanto isso, o tempo destinado ao lazer entre os homens jovens cresceu para 63,4 horas em 2015.

E o que eles fazem com tempo adicional?

Passaram a jogar videogame por mais 1 hora e 24 minutos desde 2004, chegando a 3 horas e 24 minutos diante dos controles. E elevaram o tempo com computadores para 5 horas e 12 minutos (1 hora e 54 minutos a mais do que dez anos antes).

A queda em horas trabalhadas foi mais acentuada entre os homens com idade entre 21 e 30 anos, que passaram a dedicar mais tempo para lazer.

Os economistas constataram que o tempo de lazer aumentou entre mulheres e homens mais velhos. Mas não tão acentuadamente quanto para os homens jovens. Além disso, o tempo gasto com videogame entre mulheres e as outras faixas de idade da ala masculina não variou e mal chega a uma hora.

O tempo dispendido com games não aumentou nem mesmo entre as mulheres mais jovens. A presença feminina entre os jogadores é massiva, já que corresponde a 41% dos que jogam nos EUA, de acordo com Associação de Software para Entretenimento.

Matéria extraída do Portal G1 Tecnologia

Você sabe o que é um doodle?

Lembrou das artes e animações comemorativas na página do Google, né? Sim, elas também são doodles, mas você sabia que esse tipo de arte gráfica já existia antes mesmo da criação da empresa? Destaco aqui esse texto (em inglês, sorry!) de leituras recentes e que apresenta como descoberta histórica uma série de doodles nas margens de manuscritos do século XIV.

A Wikipedia define doodle como um tipo de esboço ou desenho realizado ao acaso. Já o dicionário Oxford diz que doodles são desenhos grosseiros feitos de forma distraída. Essa “carga negativa” atribuída ao termo, perceptível na definição do dicionário inglês, aparece devido a forma como a palavra era empregada no século XVII. Nessa época doodle era o mesmo que tolo, simplório. Arriscaria dizer que essa escolha pela nomenclatura contribuiu em parte para que o desenho fosse até hoje considerado algo de menor valor em relação à escrita. O dicionário Cambridge é um pouco mais amigo. Em sua definição afirma que doodle é um pequeno desenho ou padrão produzido de formar despretensiosa, sem muito planejamento. Em bom português podemos traduzir como rabisco ou rascunho.

Leia o restante no blog da Pipa Comunicações

Hackers ameaçam tirar do ar game Pokémon Go no dia 1º de agosto — Security Information News

Segundo grupo Poodlecorp, motivos para derrubar os servidores da Niantic Labs é apenas para “causar confusão” O grupo Poodlecorp ameaçou tirar do ar o popular jogo Pokémon Go no dia 1º de agosto usando ataques distribuídos de negação de serviço aos servidores da Niantic Labs, desenvolvedora do game de realidade aumentada. Por meio do Twitter, um dos […]

via Hackers ameaçam tirar do ar game Pokémon Go no dia 1º de agosto — Security Information News

Global Game Jam 2016!

Está chegando o Global Game Jam 2016 pessoal. Esse espetacular evento do mundo Gamer, onde empresas, entusiastas e desenvolvedores de jogos do mundo todo se reunem em várias cidades pelo globo. O evento esse ano será entre os dias 29 e 31 de Janeiro.

Aqui em Jampa-PB, a UNIPÊ orgulhosamente recebe mais um ano seguido esse evento. Vai ser show de bola, espero encontrar você por lá.

Caso queira se inscrever, acesse o site do evento (clique aqui)

Veja abaixo o vídeo oficial da edição desse ano.