Novas regras de graduação EaD no Brasil: Vantagem ou não?

O Diário Oficial da União (DOU) publicou uma portaria que define novas regras para aumentar a oferta de cursos de graduação e pós-graduação à distância. Desde que o decreto havia sido aprovado pelo Ministério da Educação (MEC), o debate se tornou cada vez mais tórrido entre os especialistas. A regulamentação permite que Instituições de Ensino Superior (IES) criem cursos de Educação a Distância (EaD), além de oferecer, exclusivamente, cursos a distância sem a oferta simultânea de cursos presenciais.

Especialistas afirmam ser uma boa iniciativa, afinal isso aumentará o acesso de muitos ao ensino superior. Para o mercado, teoricamente, a mão de obra estará mais qualificada e com isso vários postos de trabalho podem surgir ou vir a ser preenchido, cujos não são preenchidos hoje pela falta de qualificação de profissionais.

Como professor, vejo pouca diferença nas duas modalidades. Minha opinião é a de que um ALUNO só aprende se quiser e se doar para aquilo. Isso serve para tudo na vida. Quando não há tempo ou dedicação, seja com aulas presenciais diárias ou apenas virtualmente, o aluno tende a desistir ou achar difícil demais compreender os assuntos.

Seja EaD ou PRESENCIAL, o que vai tornar proveitoso o estudo será o empenho e a vontade do aluno em realmente querer ser um bom profissional naquilo que escolher se formar. A chance de termos um conteúdo mais qualificado em face de não precisar de material impresso e grandes estruturas físicas, torna vantajosa a aula à distância. Porém, alguns cursos continuação a precisar da “presença” do aluno, o famoso “colocar a mão na massa”.

Com bom senso isso dá certo. Espero agora o MEC ter o mesmo entendimento quanto aos MESTRADOS e DOUTORADOS, quase inalcançáveis para quem já está no mercado de trabalho. Porque não aulas à distância também e apenas avaliações e defesa de teses presenciais? Seria menos custoso e talvez até mais proveitoso aos aspirantes as pós Stricto Sensu.

Anúncios

Programação Web [Intro]

Olá, se você é meu aluno de Programação Web, quero te apresentar um breve vídeo de apresentação da disciplina com foco no histórico da linguagem web que utilizaremos para programar neste semestre. Trata-se do PHP. Veja o vídeo e participe em nosso Fórum de discussão no ambiente Virtual.

 

Caso você não seja meu aluno mas queira receber material referente a Introdução ao PHP, deixe um comentário abaixo.

Futuro: saiba como aproveitar a faculdade ao máximo

Parece clichê, mas é a mais pura verdade: aproveitar o período da faculdade para também adquirir experiências práticas e se envolver em atividades extraclasse não é mais uma opção para quem quer se destacar no mercado de trabalho e seus concorridos processos seletivos.

Se na época dos nossos pais ter o diploma de um curso de graduação era sinônimo de conseguir um bom emprego, agora as exigências são muito maiores. E, para corresponder às expectativas do mercado, é preciso tornar o período de estudante o mais proveitoso possível.

Os alunos que se engajam em atividades extracurriculares costumam escolher melhor onde trabalhar, além de serem valorizados pelos recrutadores, pois passam a ideia de que são mais comprometidos, proativos e autônomos do que os que não saíram da sala de aula.

Para te ajudar a mergulhar no infinito de possibilidades extraclasse, a Fundação Estudar fez um especial que apresenta o perfil de organizações estudantis como AIESEC, CHOICE, MEJ, Ligas, Enactus e Rotaract, além de histórias de pessoas que passaram por elas e chegaram muito longe. Confira o especial:

Botão Especial