Dica de cursos para Programação – parte 1

Olá, meus caros.

Tenho consumido alguns cursos online e volta e meia sempre me pedem dicas. Algumas escolas online ofertam cursos gratuitos e outros pagos por um preço justo. Para quem é da área de TI, oportunidades não faltam.

UDEMY

Volta e meia com ofertas de cursos a um preço baixo, a UDEMY se destaca neste segmento de cursos online. Alguns cursos gratuitos são bem interessantes, apesar de não oferecerem certificado. Destaco um que fiz e tenho indicado para a equipe de Desenvolvedores que chefio como o Git e Github para iniciantes (para quem está começando e como curso gratuito é de bom tamanho). Outro que fiz e também indico é o Python 3 na web com Django (básico e intermediário). Além de outros a um preço acessível, afinal tem de tudo ali na Udemy. Nem todos os cursos mantém a mesma qualidade, então é bom você analisar a experiência do instrutor e as avaliações de quem já fez o curso.

School of Net

Cursos gratuitos e pagos também nesta linha é o School of Net. Boas opções com cursos de PHP, Python, Banco de dados, Node e afins. Uma boa opção a custo baixo ou zero. Você pode fazer os cursos de maneira gratuita ou ser um assinante do site.

Em breve mais dicas

Anúncios

Acabou! Chegou ao fim o google+…

Isso mesmo, meus amigos, acabou! Talvez  você sequer utilizou na vida ou nem sabia da existência desta aplicação. Mas, em 2011, a Google lançava uma nova tentativa de rede social, uma vez que o Orkut estava à beira de desaparecer…

fim google+

Hoje pela manhã recebi um e-mail confirmando que a partir de 04/02/2019 não se cria mais perfis nem páginas ali. Ou seja, será desativada. A partir de abril de 2019 serão excluídas as contas juntamente com fotos, vídeos e demais postagens contidas ali.

“Você chegou a usar esta rede social?”

Acredito que no Brasil esta rede nunca foi efetivamente utilizada pela maior parte da população, ou seja, mais um projeto irá para o túmulo sem ter tido relevância para a vida digital mundial.

#RIPGoogle+

Mini Projeto PHP atualizado

Olá, meus caros.

Andei atualizando o mini projeto em PHP com pequeno admin conectado ao MySQL. É um sistema que utilizo didaticamente para ensinar os primeiros passos com PHP.

Os arquivos estão em meu Github e o sistema rodando pode ser visto pelo Heroku. O projeto está aberto no git caso alguém queira dar um fork ou ajudar em melhorias no mesmo.

Ele inclui Boostrap para a parte front-end.

[Slide] Programação Orientada a Objetos

Olá, pessoal. Esse post é para compartilhar o slide inicial da disciplina Programação Orientada a Objetos. Aqui no blog, no link APOSTILAS, você terá acesso aos demais slides.

Para acompanhar os códigos vistos nas aulas, acesse meu Github (clique aqui).

"Inovação é o que distingue um líder de um seguidor." {Steve Jobs}

Olá, pessoal! Segue Slide da primeira aula da disciplina POO – Programação Orientada a Objetos, do curso superior de Automação Industrial da faculdade SENAI-PB.

Os demais materiais serão todos postados por aqui para acesso da turma. Outros materiais sobre Programação estão aqui na seção APOSTILAS.

Para baixar o slide de aula, clique aqui.

 

Ver o post original

Violinista acidentada há 30 anos volta a tocar graças a tecnologia brasileira

Rosemary Johnson sofreu um acidente de carro em 1988, perdendo os movimentos de seu corpo. Com isso, a violinista nunca mais tinha conseguido tocar seu instrumento favorito, mas, agora, tudo mudou graças a uma tecnologia criada por um brasileiro. Ela voltou a tocar o violino graças a sensores que acompanham o movimento de seus olhos, e também captam ondas cerebrais.

A tecnologia foi desenvolvida por Eduardo Miranda, brasileiro que atua como professor na Universidade de Plymouth, na Inglaterra. Há alguns anos, o professor se dedica a pesquisas que combinam música, computação e biologia, com o objetivo de devolver a capacidade de expressão musical a pessoas com deficiências.

Com o projeto de Miranda, a violinista, que não consegue se mover ou falar, conseguiu selecionar notas exibidas em uma tela, que foram tocadas em tempo real por uma colega sua, a também violinista Alison Balfour-Paul. Uma orquestra foi chamada para tocar a composição de Johnson, e você pode conferir a apresentação no seguinte curta produzido pela Volvo Car UK, que apoia o projeto:

“Quando vi Rosie pela primeira vez, algo estalou. É muito interessante trabalhar com ela. Uma vez que ela é uma musicista clássica, não preciso perguntá-la muitas coisas. Por meio da tecnologia, estamos quase instantaneamente trabalhando no domínio da comunicação musical”, contou o professor. “Trabalhar com ela está nos ajudando a desenvolver e formatar esta tecnologia. É uma mistura maravilhosa entre ciência e criatividade”, completou.

A tecnologia, que ainda está em desenvolvimento, é fruto de uma parceria com o Hospital Real para Deficiências Neurológicas de Londres, e já vinha sendo estudada desde 2003. “A ideia surgiu quando eu li uma notícia que cientistas estavam desenvolvendo métodos para controlar máquinas usando sinais elétricos cerebrais, chamados eletroencefalogramas. Eu achei a ideia fascinante e comecei a investigar a possibilidade de usar esse tipo de tecnologia para criar instrumentos musicais eletrônicos”, explicou o brasileiro.

Apesar de atuar na Inglaterra, Miranda pretende trazer sua tecnologia inovadora para o Brasil. Ele disse que está “em contato com algumas instituições brasileiras para ver se podemos mostrar o trabalho no Brasil no ano que vem”, mas “o trabalho não está pronto ainda para ser usado mais amplamente”. Para conseguir levar a tecnologia adiante, o professor depende da disponibilidade de colaboradores e de financiamentos. Com o caso bem sucedido de Rosemary Johnson, ele espera conseguir esse apoio.

Fonte: BBC

Saiu o Bootstrap 4 Beta!

Foi lançada a versão BETA do novo Booststrap 4. Esperada por desenvolvedores web ansiosamente, essa versão promete novidades para a criação de sites cada vez mais compatíveis as diversas telas e resoluções na criação de aplicações web cada vez mais “responsivas”.

O Bootstrap é um conjunto de ferramentas de código aberto para desenvolvimento com HTML, CSS e JavaScript. Essa ferramenta permite a criação de um protótipo rapidamente, auxiliando em projetos, idéias e criação de aplicativos completos com as variáveis ​​Sass e mixins, sistema de grade responsivo, extensos componentes pré-construídos e plugins poderosos criados no jQuery.

Para baixar e experimentar a novidade, clique aqui meu jovem padawan.

#AdeusPaint: Microsoft anuncia aposentadoria do Paint

O Paint, ferramenta de desenho que viu muitas casas, árvores e bonecos de palito nos últimos 32 anos, terá seu desenvolvimento interrompido pela Microsoft. Ele já está sendo listado como um recurso descontinuado no Windows 10 Fall Creators, que será lançado até o final do ano.

A Microsoft confirma que o Paint será removido das próximas versões do Windows 10, mas ainda poderá ser baixado a partir da Loja.

O anúncio foi inicialmente feito sem alarde, em um artigo de suporte que lista as funcionalidades removidas ou descontinuadas (“deprecated”) da próxima atualização do Windows 10. Como explica a Microsoft, o Paint é classificado como um produto que “não está em desenvolvimento ativo e pode ser removido em versões futuras”.

O aplicativo de desenho foi lançado em 1985, no Windows 1.0, e recebeu atualizações pontuais desde então: a mais significativa foi em 2009, no Windows 7, quando ele ganhou novos formatos de objetos com anti-aliasing (o fim das elipses serrilhadas!), pincéis artísticos e uma interface renovada.

Mas o Paint acabou tendo seu lugar tomado pelo Paint 3D, lançado no Windows 10 Creators Update, que é mais amigável ao toque e possui ferramentas para fazer desenhos tridimensionais — então sua aposentadoria já era esperada. O Paint 3D chegou a substituir o Paint em versões de desenvolvimento do Windows 10 em 2016, mas a Microsoft voltou atrás e deixou que os dois aplicativos coexistissem.

Além do Paint, a Microsoft está aposentando a ferramenta para criação de imagem de sistema e o PowerShell 2.0. Enquanto isso, programas como o Leitor3D Builder e Outlook Express serão totalmente removidos.

O Windows 10 Fall Creators Update será lançado no segundo semestre, provavelmente em setembro ou outubro.

Matéria publicada no Tecnoblog